Os parâmetros das linguais de sinais podem ser vistas abaixo. Nos links você encontra os posts que falam sobre estes temas.

Neste terceiro post sobre as configurações das mãos, descrevo os diferentes tipos de movimentos internos das mãos.

Na realização de um sinal, além do movimento do sinal, os dedos, o polegar, o pulso e o antebraço podem ter movimentos. Esses movimentos são da configuração da mão, não são movimentos do sinal.

Pode-se até dizer que o movimento interno da mão aumenta o número de configurações de mãos, pois uma coisa é fazer um sinal com as mãos paradas, outra coisa é com as mãos tendo algum movimento.

Os principais movimentos interno das mãos são:

  • Tamborilar;
  • Abrir e fechar;
  • Movimento da articulação proximal
  • Movimento da articulação distal
  • Movimento do pulso
  • Rotação do antebraço

Veja alguns sinais que possuem movimento interno das mãos.

PEDIR: movimento da articulação proximal (dedos 1 a 4 esticados, depois dedos 1 a 4 achatados)

CAVALO: movimento da articulação proximal (dedos 1 e 2 esticados, depois dedos 1 e 2 achatados)

SIM – ESTÁ CERTO: movimento de rotação do antebraço

ACONTECE: movimento de rotação do antebraço

TEMA – ASSUNTO: movimento da articulação distal (dedos 1 e 2 esticados, depois dedos 1 e 2 em gancho)

BARATO: movimento do pulso

COMPRAR: movimento de abrir (dedos fechados e polegar não oposto achatado, depois dedo 1 aberto e polegar não oposto aberto)

DIGITAR: movimento de tamborilar

Referências:

XAVIER, André Nogueira. Descrição fonético-fonológica dos sinais da língua de sinais brasileira (LIBRAS). Dissertação. USP. 2006. Disponível em https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-18122007-135347/publico/Dissertacao.pdf . Acessado em 10 de set de 2021.

QUADROS, Ronice Müller de & KARNOPP, Lodenir Becker. Língua de Sinais Brasileira: estudos linguísticos. Porto Alegre;RS, Artmed, 2004